• Breaking News

    quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

    Raizes ocultas

    Brotei
    do vazio soturno
    brotei
    do alto e robusto grito milenário
    brotei
    da epiderme do batuque tatuado de melodramas
    …acho que sou fruto de lágrimas e bruma.

    Minha essência é toda insípida
    raízes minhas
    estão coladas
    no epicentro
    das mórbidas
    memórias.
    Indecifrável é a minha trajectória.




    Vivo
    pedalando sobre os carris do tempo,
    no coração do quotidiano
    rego o templo
    no qual semearei
    os mais dolorosos momentos
    vividos por mim

    …claro… não me conheço por inteiro
    porque alguns pedaços meus
    o desespero engoliu
    …meu brilho escondeu-se
    nas pesadas impurezas deste mundo

    Não sei donde vim
    não reconheço a terra que piso
    logo, não sei onde estou
    nem se quer para onde vou…



      http://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=279109#ixzz3HQT4bK4t

    Sem comentários:

    Enviar um comentário

    Fashion

    Beauty

    Travel